Mais de 60 milhões de brasileiros estão com dívidas bancárias. Elas são das mais diversas modalidades: empréstimo pessoal, cartão de crédito, cheque especial, financiamento de veículo, imóvel, consignado, capital de giro para a micro e pequena empresa, entre outras. Uma imensa parcela da empresas brasileiras também atravessa um momento de crise sem precedentes.

Assistimos, nos últimos anos, a um alto crescimento dos endividamentos das empresas, em sua maioria de ordem bancária e tributária. Isso tem tirado o sono de muita gente, mas existem meios de se evitar esse quadro catastrófico. Apenas para se ter uma breve ideia da magnitude do atual momento de deterioração econômica, os pedidos de recuperação judicial subiram em mais de 30% entre janeiro e abril deste ano. 

De acordo com a Assessoria de Imprensa do TJ-RJ, o número de pedidos de recuperação judicial no estado do Rio de Janeiro passou de 95, em 2016, para 498 no ano passado, um aumento de 524%. Segundo a Serasa Experian, em 2017, a quantidade de pedidos no Rio representou 35% do total de todas as recuperações judiciais do país, que foi de 1.420. 

 

Instituições financeiras praticam taxas abusivas

São inúmeras as ilegalidades praticadas pelas Instituições Financeiras, como taxas de juros abusivas, comissão de permanência cumulada com outras penalidades moratórias, tarifas ilegais, dentre outras coisas. Além disso, a experiência adquirida também nos permite afirmar que somente com o ajuizamento da correta demanda bancária consegue-se renegociar dívidas em condições factíveis para o empresário, sobretudo dentro da conjuntura ora vigente.

Apenas a título de exemplo, ajuizamos recentemente uma ação contra um determinado banco, pelo fato de praticar uma cobrança de juros anual na ordem de 447% (média dos últimos 4 anos), enquanto o mercado cobrava juros anual na ordem de 244%. QUASE O DOBRO do praticado no mercado, representando um benefício para nosso cliente de aproximadamente R$ 550 mil.

 Tabela retirada de um laudo oficial que embasou uma ação judicial contra o Banco Mercantil do Brasil, patrocinada por nosso escritório.

 

Você tem dívidas bancárias? Elas estão virando uma bola de neve?

Com expertise alcançada ao longo de anos de assessoria jurídica empresarial, reunimos um conjunto de medidas e ações de sucesso que buscam o reequilíbrio dos negócios da empresa. A estas medidas demos o nome de administração de passivos.

 

Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Últimas Notícias

home bannes

Notícias

Juiz de Fora: Rua Olegário Maciel, 770 – Santa Helena - Juiz de Fora • MG • CEP: 36015-350 • Tel: 32 3217-1981

Email: snadv@snadv.com.br

www.snadv.com.br